Algumas dicas para ter sucesso no desfralde

11935089_768401989971936_1433292534237487501_n

Não existe idade certa para iniciar o processo de desfralde do seu filho ou filha, cada criança tem o seu timming, compete a nós, pais, estarmos atentos aos sinais que a criança nos dá, se tentarmos forçar é muito provável que o resultado não seja positivo.

Eu iniciei o desfralde da minha princesa mais velha quando ela tinha 20 meses, comecei por tirar a fralda durante o dia, na primeira semana e na segunda semana após o início do processo, tirei a fralda da noite, claro que aconteceram muitos “acidentes” e deu muito trabalho mas ao fim de umas 4 semanas, já parecia uma menina grande e um dia sem eu me aperceber foi sózinha à casa de banho (com o redutor) e eu quase morri de orgulho. Com a princesinha mais nova está a ser mais difícil ela já me avisa quando tem a fralda suja mas já tentei por diversas vezes que ela utilize o bacio mas não aconteceu nada ainda, simplesmente usa-o para sua diversão, passeia pela casa com o bacio e acha imensa piada, por isso resolvi adiar o desfralde para o verão, aí já vai estar mais crescida e vai ser mais fácil, acho eu! Agora vou dar vos algumas dicas que resultaram comigo:

  1. Faça com que o processo de desfralde pareça divertido, conte histórias, cante, faça com que o tempo em que a criança está sentada no bacio não se torne uma obrigação, no fim bata palmas, chame o seu filho ou filha de príncipe ou princesa por ter feito o chichi ou cócó no bacio.
  2.  Pergunte de hora a hora se precisa ir ao bacio.
  3. De noite coloque a criança a fazer chichi pelo menos 3 vezes, há crianças que fazem mesmo a dormir.
  4. Aproveite o verão para o desfralde, a criança pode ficar só com cuequinhas e é mais prático para nós e para eles.

EVITE: brigar ou repreender a criança quando esta não avisar que precisa ir ao bacio e sujar se, isto só irá causar lhe medo e traumas, é normal que ao início seja um pouco frustrante para os pais pois muitos “acidentes” irão acontecer, é importante não comparar o seu filho ou filha com outra criança, cada qual tem o seu ritmo.

O desfralde exige muito esforço e dedicação por parte dos pais, se vir que não está a resultar, é porque provavelmente ainda é cedo, mais vale esperar um pouco mais do que causar traumas na criança, os especialistas só consideram anormal quando a criança aos 5 anos ainda faz na fralda, por isso a paciência será uma grande aliada nossa!

Beijinho

Sofia Cruz

Anúncios

Será que damos atenção suficiente às nossas crianças?

Mom-new-baby

As crianças de hoje em dia, passam mais tempo na escola e no jardim de infância do que em casa com os pais, por isso nós pais e mães, muitas vezes tentamos compensar a falta de tempo que temos, para com elas, comprando brinquedos caros, consolas, jogos, etc, em vez de sentarmo-nos um pouco com as nossas crianças e ouvirmos as suas histórias, sabermos o que almoçaram na escola ou como foi o seu dia, é normal eu já passei por isso, saía cedo de casa, entrava tarde, era um corre corre diário, dividia me entre preparar as refeições, arrumar a casa, dar banhos, ajudar nos TPC’s, não havia tempo para conversas nem brincadeiras longas, e quando me sobrava algum tempo, o cansaço apoderava se de mim, não me deixando energia para mais!

Lá no fundo ficavam sempre as dúvidas, será que estou a fazer o meu papel de mãe? Será que estou a dar uma boa educação? Será que estou a dar um bom exemplo? Será que aos olhos das minhas filhas sou apenas a pessoa que lhes põe o prato de comida na mesa? Foi uma fase dura e difícil, felizmente agora tenho mais tempo, e noto que elas estão mais felizes, as crianças são felizes com pouco, apenas querem o amor, tempo e atenção dos seus pais, e nós estamos tão ocupados que é mais fácil que fiquem quietas a ver tv ou a jogar nas consolas, mas no fundo a felicidade está em passarmos tempo em família, porque um brinquedo, vai acabar na caixa dos brinquedos guardado e só trás felicidade momentânea não deixa memórias, ser um bom pai ou uma boa mãe é perder tempo a educar, a ouvir as suas histórias engraçadas e cheias de fantasia e participar nas suas brincadeiras, porque um brinquedo não substitui a nossa presença!

Beijinhos

Sofia Cruz

Eu preciso da minha mãe…

ideias_de_tattoos_mae_e_filha

Eu preciso da minha mãe porque…só ela me ama como ninguém!

Eu preciso da minha mãe porque…debaixo da sua asa eu estou protegida!

Eu preciso da minha mãe porque…ela já me viu sorrir, já me viu chorar, já me viu cair e levantar e ela estará sempre do meu lado!

Eu preciso da minha mãe porque…o seu colo será sempre meu e no seu ombro poderei sempre chorar!

Eu preciso da minha mãe porque… dela tive a promessa de que teria uma amiga para toda a vida!

Eu preciso da minha mãe porque…sinto falta dos seus carinhos!

Eu preciso da minha mãe porque…sim! Porque amor igual ao seu eu nunca irei encontrar!

Eu preciso da minha porque…estou longe dela e as saudades de casa já são muitas, é preciso muitas vezes estarmos longe para dar mos o verdadeiro valor à pessoa que nos colocou no mundo e nos criou!

Beijinho

Sofia Cruz

Estrias da gravidez

estrias-durante-a-gravidez

As estrias na gravidez, acabam por ser normais devido ao aumento do peso, o normal seria engordar até 12kg, com este aumento as estrias aparecem em várias partes do corpo, mas barriga e ancas normalmente são as áreas mais afetadas, no meu caso, as estrias apareceram na minha primeira gravidez, mais ou menos por volta do sétimo mês de gestação, eu confesso que fiquei um pouco desesperada, pois tinha estrias enormes nas ancas e vermelhas escuras, comprei vários cremes para prevenir que isto acontecesse desde o início da gravidez, mas nada parecia resultar, usei mustela, creme gordo, óleo Jonhson, óleo de amêndoas doces, etc…, depois ao falar com a minha médica ela disse me que a minha pele tem pouco elasticidade e que não haveria nada a fazer se não aceitar as “malvadas”.

Após o nascimento da princesa, usei todos os dias durante alguns meses creme nívea, aquele da embalagem azul, e a vermelhidão das estrias desapareceu, ficaram branquinhas e mais pequenas e hoje em dia estão bem disfarçadas, o creme nívea é óptimo para estas coisas, mesmo para cicatrizes ajuda imenso no processo de cicatrização da pele, não comprei cremes caros de farmácia, porque já tinha tido a má experiência durante a gravidez de que aqueles cremes que prometem milhares, não funcionam de todo, pelo menos comigo não funcionaram!

O melhor mesmo para prevenir que as estrias apareçam é não aumentar muito de peso e beber muita água, pois ajuda na elasticidade da pele, e se as “malvadas” teimarem em aparecer, lembrem se que estas marcas são o resultado de você ter trazido ao mundo o seu bem mais precioso.

Beijinho

Sofia Cruz

 

Quadros DIY

Estava um pouco sem ideias de como queria decorar o quarto das princesas, mas acima de tudo o mais importante era fazê-lo a baixo custo, até que tive a ideia de fazer estes quadros com o nome das miúdas, a mana mais nova vai passar para o quarto da mana mais velha muito em breve e há que dar um novo ar ao quarto, vamos pintar paredes, colocar cortinas novas e mudar um pouco, fiz com os nomes delas, mas podem aproveitar a ideia e fazer com qualquer nome, de seguida irei imprimir em papel fotográfico vou colocar uma moldura e voilá vai ficar amoroso!

Beijinho Sofia

10 frases que os filhos precisam ouvir

mae-filhos.jpg

Todo o filho precisa saber que é amado, por isso separei algumas expressões simples, que podem ser usadas no dia a dia:

  1. Parabéns filho/a, tu conseguiste;
  2. Estou muito orgulhosa de ti;
  3. Tu és muito especial para mim;
  4. Eu te conheço e sei que tu és capaz;
  5. Eu te apoio;
  6. Podes confiar em mim;
  7. Tu és lindo/a por dentro e por fora;
  8. Tu deixas me feliz;
  9. Eu gosto quando tu…
  10. Eu te amo.

Estas frases são só algumas está comprovado que o uso de expressões positivas com os nossos filhos ajudam no seu desenvolvimento cognitivo e a fortalecer os laços familiares nos nossos lares.

E vocês quais as expressões que mais utilizam com os vossos filhos?

Beijinho

Sofia Cruz

Eu não sou uma super mãe!

 

images

Aos olhos do mundo eu tenho que ser uma super mãe, uma super mulher, uma super tudo foi essa a responsabilidade que a sociedade colocou sobre mim…mas na realidade eu não sou, muitas vezes não tenho vontade de fazer nada, faço mesmo por obrigação, muitas vezes quero mergulhar nos cobertores da minha cama e dormir 48 horas seguidas, mas a verdade é que não posso, apesar de não me considerar uma super mãe, aos olhos dos meus bens mais preciosos eu tenho que o ser, a vida de uma mãe não é fácil, não é fácil assumir este papel e interpretá lo na perfeição existem dias mais fáceis outros mais difíceis, outros em que eu penso que fiz tudo certo, outros em que eu penso que fiz tudo errado, existem dias em que eu só quero sorrir outros em que eu só quero chorar, a maternidade tem destas coisinhas que nos pesam na cabeça e na alma, será que agi bem? será que agi mal? existem muitos “ses” que podem facilmente ser resolvidos basta confiarmos em nós próprias e nas nossas capacidades e não tentar mos ser o que não somos, ou dar mos ouvidos a críticas maldosas, o meu maior conselho é que descompliquem não vale a pena tentarmos agir segundo os padrões exigidos ou impostos pelos outros, eu sou a melhor mãe que consigo ser, é este o pensamento que devemos ter.

Se sou uma super mulher? não, não sou…também não sou uma super mãe, mas sou  super apaixonada pelas minhas crias, sou super interessada pelas suas histórias, sou super dedicada, sou super preocupada com elas, sou super amiga delas, sou super eficaz consigo despachar me para sair com elas, arrumar a casa estender roupa e lavar a loiça tudo isto em 45 minutos, sim também tenho alguns poderes!!!

Beijinho

Sofia Cruz