Como reagir a uma convulsão febril

C__Data_Users_DefApps_AppData_INTERNETEXPLORER_Temp_Saved Images_images(1)Quem já passou ou já viu o seu filho a ter uma crise convulsiva, sabe que é uma experiência traumática, eu mesma assisti à minha filha a ter uma e digo que não é um cenário bonito de se ver, e principalmente no meu caso, pois eu não fazia a menor ideia do que estava a acontecer, entrei em pânico e liguei para o 112, mesmo antes de sequer pensar em reagir à situação.

As convulsões estão associadas à subida rápida da febre e podem surgir nas crianças entre os 6 meses e os 6 anos, quando isto aconteceu a médica explicou me que as causas são desconhecidas mas que a genética tem um papel importante, ou seja se a mãe ou pai tiveram convulsões na infância, e sim eu tive, também fiquei a saber que devo manter a calma, deitar a criança de lado pois pode vomitar e afogar se, que não devo dar nada para a criança beber e que o mais importante é baixar a febre com o paracetamol rectal, pois é o método mais rápido para baixar a febre, devo também ver quanto tempo a convulsão está a durar, em caso de ser à mais de 5 minutos, deu me  um medicamento que funciona como relaxante muscular para eu ter em casa, é realmente assustador e traumático, mas há que manter a calma, porque naquela hora o importante é ajudarmos e protegermos a criança.

Beijinho

Sofia Cruz

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s