Birras e mais birrinhas!

image.asp.jpg

Todas as crianças passam pela fase das birras, fase esta compreendida entre os 2 e os 5 anos, mas existem exepções e a minha filha mais velha com quase 7 anos é a prova disso, umas fazem mais que outras mas a realidade é que todas fazem, e podem levar os pais à exaustão, pela experiência que eu tenho em relação às minhas filhas, é que as birras acontecem quando elas estão mais cansadas pois irritam se mais facilmente, é normal isto acontecer pois faz parte do crescimento e do desenvolvimento da criança.

As minhas filhas fazem birra quando querem alguma coisa e eu não lhes dou, ou quando não querem comer e eu insisto que elas comam, pois é a única forma que sabem e que encontram para reagir e de expressar as suas frustrações em certas situações,  pois não conseguem compreender as coisas como nós adultos compreendemos.

O mais importante para nós pais, é não cedermos, ou seja, não dar o que a criança quer só porque ela está a gritar e a chorar, é mais fácil afastarmo-nos e deixar que a criança se acalme, pois mais tarde quando estiver mais calma podemos falar com ela e fazer com que compreenda melhor o que aconteceu, eu acabei por perceber por experiência própria, que assim é mais fácil acabar com uma birra, pois quando me enervava e gritava só piorava a situação, a maternidade também tem destas coisas, vamos vivendo e aprendendo a conhecer as nossas crias, se calhar o que ontem me parecia tão difícil de ultrapassar hoje é muito mais fácil.

Eu confesso que antes de ter filhos, quando via uma criança a fazer birra na rua, culpava os pais e olhava de lado, claro que o “peixe morre pela boca” e agora acontece me o mesmo, mas quem nunca pensou assim?!

Beijinhos

Sofia Cruz

Anúncios